domingo, 3 de fevereiro de 2008

Boletim de Ocorrência


Eu não escrevo aqui há um tempo por dois motivos. O primeiro é que o meu computador travava sempre que eu tentava postar, o segundo é que eu não tinha nada a dizer.

Pois bem, agora eu tenho uma coisa a dizer, gostaria de reportar um furto: roubaram meu verão. Não só o meu, roubaram o verão de toda a cidade, talvez até do estado!

Não é que eu goste de verão, de calor etc.; admito que prefiro esse clima mais frio, mais confortável... O problema não é esse. O problema é que eu me sinto lesada. Acho que tenho todo o direito, depois de enfrentar junho, julho e agosto congelantes, de aproveitar um início de ano com sol e céu azul. Espero que vocês me entendam, o que eu quero não é o calor, o que eu quero é poder reclamar do calor. Reclamar de calor no frio não faz sentido. Ou faz? Se fizer, por favor me avisem, porque eu quero muito reclamar.
Não que eu não consiga pensar em nada do que reclamar, claro. Vejam bem, eu não sei sou caloura da PUC, se sou caloura da Unirio, se não sou caloura de droga nenhuma. Digamos que seja da PUC: eu não tenho onde morar, nem com quem, nem mais que 22 dias pra resolver isso.
Na verdade, isso não me incomoda tanto. O que realmente me incomoda é que o tempo simplesmente se recusa a passar. É a primeira vez que eu quero que as aulas comecem, e nunca demorou tanto. Não que eu queira que as aulas comecem, mas eu quero, sabe? Ninguém gosta de esperar, não que eu saiba.

Um comentário:

Catarina disse...

Não precisa de calor ou frio pra você reclamar....